Fale via texto agora

Golpe do motoboy fraude bancaria

Golpe do Motoboy – Consumidor é declarado vitorioso contra banco.

A 18ª Câmara de Direito Privado do Tribunal de Justiça de São Paulo, confirma sentença determinando ao banco que realize o ressarcimento de valores subtraídos da conta corrente da consumidora vítima do “Golpe do Motoboy” e seja proibido de realizar a cobrança de parcelas de cartão de crédito.

No caso, o advogado Alexandre Berthe Pinto, conseguiu demonstrar que um sistema seguro, como é esperado da prestação de serviço bancário, deve possuir uma integração de várias ferramentas antifraude, como: sistema de monitoramento de transações eficientes, cautela dos credores e transparências nas operações, não podendo transferir ao consumidor a responsabilidade por prejuízos sob a singela arguição de que o cartão com CHIP é inviolável. Isso porque, com um sistema integrado, caso exista falha em uma ferramenta e outras poderá evitar a concretização do prejuízo;

Com isso, comprovou que 10 transações realizadas em 21 minutos, tendo como beneficiários os mesmos credores em um curto intervalo de tempo não condizem com o perfil de uso da consumidora, por conseguinte, entendeu o Tribunal que há falha na prestação de serviço.

Assim, a vítima que havia sido vítima do “Golpe do Motoboy” será integralmente ressarcida.

Não obstante a vitória processual, é importante que os consumidores tenham cautela tamanha quantidade de fraudes bancárias que há atualmente.

Processo nº 1032085-89.2018.8.26.00xx

Compartilhe:

WhatsApp
Facebook
Twitter
LinkedIn

Artigos relacionados

Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors
Search in posts
Search in pages
WhatsApp
Facebook
Twitter
LinkedIn

Assine Nossa Newsletter

Atenção Clientes

Papo Legal

Dúvidas e dicas jurídicas em podcast.
plugins premium WordPress
Envie sua dúvida
1
Tudo bem?
Olá. Tudo bem?